medo-de-passar-fome

Uma Importante Descoberta

Muitas pessoas temem a fome.

Parece absurdo que o medo de passar fome possa existir em populações superalimentadas.

Ainda assim, nossa obsessão por comida é inegável.

As pessoas geralmente ficam apavoradas quando consideram ficar sem comer até mesmo por curtos períodos de tempo.

E comer sem parar não apenas acaba com suas chances de perder peso, como pura e simplesmente não é saudável.

Alimentar-se da maneira errada, com poucos nutrientes, leva ao que eu chamo de “fome tóxica” e ao desejo de consumir ainda mais calorias.

Quando não conseguimos suprir nossas necessidades de micronutrientes, só nos sentimos bem enquanto nosso trato digestivo estiver trabalhando continuamente.

A fome tóxica vai além do instinto natural que controla o apetite e provoca um aumento dramático no consumo de calorias.

Já se observou que uma dieta com boa dosagem de micronutrientes pode diminuir o desejo e a gulodice e desestimular hábitos de consumo de comida em excesso.

Essas sensações são conhecidas apenas como “forme” e até mencionadas em textos médicos como tal, mas desaparecem na maioria dos casos depois da ingestão de uma dieta rica em micronutrientes.

Uma nova sensação, que eu chamo de “fome verdadeira”, é que aparece.

Entender a ciência e a fisiologia humana que estão por trás dessa importante distinção é algo digno de nota.

Todo Mundo Que Você Conhece É Viciado Em Comida

Quando o corpo de uma pessoa se acostuma a um agente tóxico ou nocivo, dizemos que ela tem um vício.

Ser indulgente com esse vício pode até trazer algum prazer, mas, se ela parar de tomar aquela determinada substância, como nicotina ou cafeína, se sente doente, como se o corpo mobilizasse qualquer perda de célula e tentasse reparar o dano causado pela exposição.

É o que chamamos de retraimento.

Se você bebe quatro xícaras de café ou de qualquer bebida à base de cafeína por dia, terá uma enxaqueca pelo retraimento ao tentar parar com o hábito.

Para sentir-se melhor, poderia tomar mais cafeína (ou qualquer outra droga) ou comer com mais frequência, pois a própria digestão retarda a desintoxicação ou o retraimento.

Do mesmo modo, a fome tóxica ganha maiores proporções pelo consumo de bebidas com cafeína, refrigerantes e alimentos industrializados.

Ocorre geralmente despois que a digestão acaba e o trato digestivo se esvazia e pode fazer com que uma pessoa se sinta extremamente desconfortável se não ingerir certa quantia de calorias (para inibir a desintoxicação).

Sintomas da Fome Tóxica

  • dores de cabeça
  • fadiga
  • náusea
  • fraqueza
  • confusão mental e irritabilidade
  • espamos abdominais e esofágicos
  • agitação e cólica estomacais

A confusão existe porque, quando ingerimos os mesmos alimentos pesados ou não saudáveis que causam o problema, nos sentimos melhor enquanto o processo de desintoxicação é interrompido ou adiado.

Isso gera um sobrepeso inevitável, porque, se paramos de diferir a comida, mesmo por um curto período de tempo, nosso corpo começa a ter sintomas de desintoxicação ou retraimento da nossa dieta que justamente não é a saudável.

Para evitar isso, fazemos refeições pesadas que requerem um tempo maior de digestão, ou comemos toda hora para manter nosso trato digestivo ocupado e superalimentado e para diminuir o desconforto da nossa alimentação tão estressante.

Fome Verdadeira Ou Fome Tóxica?

O que se tem observado e quantificado em milhares de pessoas é que o impulso para consumir muitas calorias é atenuado por um alto consumo de micronutrientes.

Os sintomas que se supunham ser hipoglicemia ou até mesmo fome, que ocorrem assim que a glicólise começa, simplesmente desaparecem depois de comer de maneira bastante saudável por alguns meses.

Depois dessa janela, que vai de dois a quatro meses, quando os micronutrientes já se acumularam nos tecidos do corpo, sintomas como fadiga, dor de cabeça, irritabilidade e indisposição estomacal desaparecem, e as pessoas voltam a ter a fome verdadeira, sentida especialmente na garganta.

A fome verdadeira torna o ato de se alimentar mais prazeroso, e essa sensação é mais capaz de nos conduzir a uma quantidade apropriada de calorias para as necessidades biológicas de nosso corpo.

Em nosso atual ambiente de comidas tóxicas, muitos perderam a habilidade de se conectar com os sinais corporais que nos indicam quanta comida precisamos de verdade.

A natureza nos deu a habilidade, magicamente orquestrada, de sinalizar o quanto precisamos comer para manter um peso ideal e com saúde em longo prazo.

Em termos de controle do peso em longo prazo, alimentar-se de maneira saudável é mais eficiente que reduzir porções.

Modifica e diminui as sensações de fome tóxica, permitindo que indivíduos com sobrepeso se sintam mais confortáveis com menos calorias.

A fome verdadeira sinaliza quando nosso organismo precisa de calorias para manter a massa corporal na medida.

Se você come apenas quando está com fome verdadeira, não vai engordar.

Se tem uma camada de gordura expressiva em torno do quadril, isso significa que você consumiu muita comida em resposta à fome tóxica ou comeu demais de maneira recreativa.

O corpo não armazena grandes quantidades de gordura quando alimentado por uma dieta natural e dentro da real necessidade da fome verdadeira.

A fome verdadeira é sentida na garganta, no pescoço e na boca, não no estômago ou na cabeça.

Não é desconfortável sentir fome verdadeira, ela faz com que a comida tenha um gosto melhor quando mastigada, tornando a refeição bem mais agradável.

Não provoca sensações estranhas e não é dolorosa, e você sabe quando sente que é uma reação normal, que indica necessidade por comida.

Diz a você que seu corpo está fisiologicamente pronto para ingerir e digerir alimentos, e as glândulas digestivas recuperam a capacidade total de secretar enzimas.

O resultado é você se sentir melhor e não comer demais.

 

Emagrecimento-Defiinitivo-2

 

Post Author: Blog - Emagrecer com Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia Também...

Por-que-a-maioria-das-dietas-falham

Por Que A Maioria Das Dietas Falham

A imprensa, os livros de dieta e até mesmo boa

fome-verdadeira

Fome Verdadeira

Vamos conhecer mais um pouco sobre “Fome Verdadeira”, leia nosso

proteinas-e-seus-mitos

Proteínas e Seus Mitos

Deixando Para Trás Os Mitos Sobre Proteínas Lembra aquelas tabelas

Curta Nossa Página no Facebook!!!